sábado, 24 de janeiro de 2009

Professor Calheiros Viegas

No seguimento da publicação de uma caricatura do Dr. Calheiros Viegas no Blog da ERO, e pegando na sugestão do Artur Gonçalves, hoje vamos recordar aqui no blog o Dr. Francisco Quental Calheiros Viegas que, como todos sabem além de Professor da Escola, foi uma figura de grande relevo da história desportiva Caldense.
Durante o 2º ano de electricistas foi meu professor de ginástica, mas foi já depois de sair da Escola que constatei o homem extraordinário que era o Professor: dotado de uma dimensão humana e de uma simpatia extraordinária.
Passei com o Professor momentos muito agradáveis, nomeadamente nas viagens que fazíamos aos Torneios Abertos de Ténis de Mesa ao serviço do Caldas S.C. pois por sua influência comecei a praticar a modalidade ainda na Escola e durante vários anos fiz parte das equipas Juvenis e Juniores.

Nesta fotografia (cedida por Valentino Subtil) podemos ver um guarda-redes em grande estilo, embora fosse no Ténis e no Ping-Pong que obteria os maiores êxitos.
No seu invejável currículo consta a Medalha de Bons Serviços Desportivos atribuída em 1968 pelo Ministro da Educação Nacional como reconhecimento da sua actividade desportiva desenvolvida ao longo de mais de 40 anos.
O Dr. Calheiros Viegas nasceu em 12 de Dezembro de 1911 e faleceu em 29 de Dezembro de 1986.
Em 1981, em representação do Clube Operário “Os Estrelas” tive o prazer de colaborar na Homenagem ao “Advogado desportista” a quando da inauguração da sala de Ténis de Mesa junto ao Pavilhão da Mata.

José Ventura

Comentários:

Mal seria se, depois do repto lançado aqui neste espaço, me refugiasse no silêncio de quem nada tem para dizer. Acontece que, neste caso concreto, serei um contributo muito modesto. O nome do Dr. Calheiro Viegas é-me familiar, mas sem ter beneficiado dos seus ensinamentos como professor. Assim, só me resta aguardar pelo testemunho de quem o conheceu de mais perto para lhe prestar a homenagem devida, de modo que continue presente entre nós mesmo depois de ter partido.

Artur R.Gonçalves........25-01-2009

Foi com alguma emoção e grande prazer que revi aqui o Dr. Calheiros Viegas. A 2ª fotografia,revelando uma faceta de futebolista que não conheci, é sensacional!

Fico satisfeito por ver a interactividade na blogosfera e pelos comentários cruzados entre os nossos blogues.

Para quando um encontro entre os administradores e colaboradores de blogues das Caldas da Rainha?Quem alinha?

JJ..................25-01-2009

Caro José Ventura
Não sei se te recordas deste Caldense já com 66 anos de idade, João Ramos Franco, Antigo aluno do ERO, mas com muitos Amigos da Escola Industrial e Comercial.
Do meu tempo de estudante tenho bem presente o nome de alguns dos amigos que passo citar: os irmãos Leiria (António e Carlos), o Malhoa (imigrou para o Canadá, muito novo), o Clóvis (gerente bancário no Bombarral), o Amadeu (alcunha o Gadocha, o avô tinha um ferro-velho frente à garagem dos Capristanos), o Ricardo Machado (morava com os tios na R. Miguel Bombarda) o Renato (tinha uma motorizada e vivia numa aldeia próxima de Vidais) meu camarada na tropa, em Tavira, etc…
Penso que de nomes já chega, os amigos são tantos que não faria outra coisa senão citá-los.
Há algum tempo, desde de que comecei a colaborar no Blog dos Antigos Alunos do ERO que vou vendo com interesse o vosso Blog e tentando encontrar alguma malta do meu tempo.
Eu tenho um Blog o endereço é
http://jramosfranco1.blogspot.com/ e o qual passo a pôr ao vosso inteiro dispor, o artigo sobre o Dr. Calheiros Viegas já é comum nos três Blog, o meu, o Vosso e o do ERO.
Tentando dar continuidade a artigos que sejam comuns a todos nós e com uma finalidade a continuação da amizade, convido-vos à troca de informação e participação no meu Blog.
O tempo não apaga a memoria e a amizade não se deve perder, ela o melhor do que recordamos.
Um abraço do sempre amigo.

João Ramos Franco............25-01-2009

Um grande amigo, que recordo com saudade...!!!

Em 24-III-1973, reunimo-nos no refeitório da Escola Nova um grupo de alunos (eu andava à noite para acabar umas disciplinas que me faltavam...!!!)e alguns professores, entre eles o saudoso Dt. Calheiros Viegas...!!!

O jantar era cabrito assado no forno com batatinhas, que eu consegui que me assassem nos fornos das antigas Padarias de Óbidos...(cunha ao meu saudoso sogro que era sócio...!!!)

Guardo na minha posse uns versos feitos nessa noite pelo Dr. Calheiros Viegas num seu cartão de visita...e que de repente me não lembrava onde paravam...lembrei-me de repente...estavam afinal...dentro dos Lusíadas - esta velhice não ajuda mesmo nada...!!!

Na parte da frente do cartão diz assim..:
"Abraços a todos do velho e sempre amigo - Professor Calheiros Viegas
No verso está escrito...:"
"Cantina da Esc.Ind. e Com. de Caldas da Rainha
24-III-1973...

Noite grande temos afinal
Uma organização impecável
Repasto óptimo, alegria natural
Confraternização incomparável

A Mater Escola em verdade
Com respeito, amizade e tudo
Brilha como 'uma Universidade'
Parece ouro em campo de veludo!..."

E já agora por curiosidade, dados do cartão...:

Telefone...:22093
Escritório... Largo Heróis de Naulila, 25 - 1º
Residencia...: Rua José Malhoa, 19
CALDAS DA RAINHA - Portugal

Maximino ...........25-01-2009

VAMOS TODOS RECORDAR O DR. CALHEIROS VIEGAS
Impulsionador do Ténis de Mesa na região durante muitos anos.Entusiasta do desporto em geral.
Nunca foi meu professor, mas contactei quase diariamente com ele nos treinos de Ténis de Mesa.Primeiro, e durante alguns anos ne sede do Sindicato na Rua do Jardim, depois por outras salas da cidade, e mais tarde nos pavilhões do parque (antigo quartel).
Ele representava o Caldas S. Club e eu o Sporting das Caldas. Apesar da rivalidade, o nosso convívio era saudável e sempre amistoso.
Na década de 50 tinhamos no Caldas:Dr. Calheiros Viegas, Neves Cruz, Vidal (infelizmente já falecidos) e José Branco, José Perdigão e Tó Marques (estes felizmente ainda vivos e para as curvas). No Sp.Caldas: José Eduardo Martins Pereira, Magalhães Branco (já falecidos) e Dr. Mário Tavares,António Fonseca, António Tavares, e eu Mário Reis Capinha.
Posteriormente apareceu uma nova geração de talentos, que vieram a dar cartas por muito tempo. Jaime Costa, Arlindo Rosendo, José Maria Costa Freire (falecido) Joaquim Sanches, Mário Lobato e outros que de momento não me recordo.
Faço um apelo a toda esta "juventude" que colabore nesta merecida recordação enviando fotos, ou contando "aventuras".
Quem não se lembra dos chocolates "coma com pão" da Regina, que ele pagava quando ganhava? E das raquetes que ele partia como justificação das mesmas para as derrotas? E dos "saltos" de alegria parecendo uma criança, quando as coisas corriam bem?
O DR.CALHEIROS VIEGAS
ERA INCOMPARÁVEL

Mário Reis Capinha ..........25-01-o9

Não posso deixar de acrescentar algumas palavras à mensagem que deixei no Blog do ERO. Como dizia no meu comentário, e tal como o Artur, por nunca ter tido o Dr. Calheiros Viegas como professor, foi já depois da minha vinda para aqui, que comecei a contactar com o mesmo através do João, da Christianne e dos filhos de ambos, sobretudo o Miguel com quem cheguei a fazer umas boas partidas de Ping-Pong. Penso que nunca chegará ao nível do avô, mas pelo menos tentou.
Como tenho o prazer de os ter ainda como clientes, sempre que falo com eles, é com uma certa emoção que relembro aqueles tempos.

Zé Luis R. Alexandre........25-01-2009

Fui aluno do saudoso Professor Calheiros Viegas.
Foi com ele, através da sua força anímica de uma grandeza nobre e leal, que nos tornámos em 1966 campeões do Campeonato Inter-turmas da Escola conforme se regista na 1ª. foto onde ostentamos com alegria e orgulho a medalha de ouro tendo sido oferecido ao Professor a Taça do 1º. lugar que ele com orgulho guardou em sua casa.
A foto que anexo refere a equipa desse mesmo ano, no final do jogo, em que convidámos o Professor Silva Bastos a tirá-la connosco. Só de uma sã camaradagem poderia resultar uma foto deste género, o Professor vencedor e o Professor vencido.
Presto homenagem a este grande senhor do desporto que tive a suprema honra de conhecer e com ele conviver tendo por diversas vezes visitado o seu local de exposição de troféus que sempre me deixou "de boca aberta".
É meu dever, no entanto, confessar, que esta equipa surge, porque o não menos grande Professor Silva Bastos já tinha "limado todas as arestas" em anos anteriores e nos tornou aptos para vencer.
A força anímica, a jovialidade e a alegria do querer, foi-nos no entanto transmitida pelo Professor CALHEIROS VIEGAS.
Sempre foi, ao longo de todos estes anos, recordado por nós e certamente o será até ao fim dos anos de cada um.
Um obrigado por tanto nos ter ensinado.

A. Justiça...........27-01-2009

Quando andei nessa Escola (a tirar as Secções Comercias) não lidei com o Prof. Calheiros Viegas. Mais tarde vim a ter o privilégio de o conhecer como homem e desportista enquanto jogadores de ténis de mesa. Eu na Associação R. Penichense, ele no Caldas S.C.
Convivemos ainda durante uns anos e, apesar da diferença de idades (eu tenho hoje 56 anos)cada vez que disputávamos um jogo de ténis-de-mesa, poucas vezes a minha força e velocidade ganharam ao seu estilo calmo e cheio de sabedoria. Grande HOMEM o Prof. Calheiros Viegas.
As minhas homenagens.

Zé Pedrosa.............15-02-2009

Estive de volta
Fui de volta ao nosso lindo pais
Acreditem,eu olhei a minha volta
Encontrei minha raiz

A muito que não entrava no blog porque estive ai 5 meses e fui varias vezes ao Central ver rapaziada amiga, mas passei grande parte do tempo, perdido entre caniçais e rochedos. Como estive na escola 6 anos, o Professor Calheiros Viegas também foi meu professor de ginástica e português mas há algo que eu nunca esqueci. Eu levei uma canelada do Joaquim Alves e disse que ele me tinha aleijado. O Dr. Calheiros Viegas olha para a perna e disse/me ele magoou/te porque tu não vais ficar aleijado. E então com paciência lá me explicou a diferença entre aleijar e magoar

Chaves.........12-03-2009

Sem comentários: