domingo, 22 de fevereiro de 2009

Desfiles e Bailes


A festa do Carnaval sempre foi vivida com muita intensidade pela grande maioria da malta mais nova, claro que também sempre houve quem preferisse alguma tranquilidade em vez dos desfiles, máscaras, bailes e outras farras.
Nestas fotografias, em cima, podemos ver como a turma da cerâmica da nossa Escola decorou e desfilou no Carnaval de 1953. Estas fotografias chegam-nos através do Valentino Subtil, que aparece na primeira foto com um chapéu de penas, a dominar uns belos corcéis.

E os bailes no Lisbonense….quem não se lembra?
Este postal do conjunto de baile “Os 6 Latinos”, que a Fernanda “Amaro” guarda no seu álbum, fazem – nos recuar alguns anos, tal como a outra fotografia, onde as meninas aguardavam pelo “cavalheiro” que as haveria de convidar para a dança.
Esta última fotografia faz parte das memórias da Isabel Vicente.

José Ventura


Comentários:

Zé ventura, a nossa Cidade está a necessitar de um movimento pró Álbuns de Fotografias antigas, a riqueza e o contributo de todos pode mostrar o que éramos. Estes Carnavais que mostras, são património de uma juventude do tempo onde eu tentava estar presente em tudo que era festa. As caras das pessoas recordo-as, mas os nomes…
Um abraço, do amigo

João Ramos Franco..........22-02-2009

Na segunda fotografia identifico (da esq. para a dirt. Leonor Teixeira, da Padaria Teixeira (quem não se lembra daquele cheirinho a pão quente, pela Ruas das Montras?) a Ferndanda Crespo e a Ivone Crespo. A quarta a Ju? e a 1ª não sei.

Margarida Araujo........22-09-2009

CARNAVAL DO SÉCULO PASSADO
Não sei quem é a Fernanda (Amaro). Será uma das filhas do Amaro da Silva. De qualquer modo será seguramente mais nova do que eu. Obrigado por me trazer ao pensamento esta recordação com estas foto. Assim como à Isabel Vicente, que estou certo será a filha do meu saudoso colega de trabalho Júlio Mota Vicente.

Pois lembro perfeitamente do conjunto "OS 6 LATINOS" que vários anos foram os preferidos da Sociedade Columbófila Caldense, organizadores dos bailes no Hotel Lisbonense, que eu frequentei no fim da década 50 princípio de 60.
Como era engraçado. O salão nobre c/ as cadeiras da frente onde as meninas aguardavam pelo "cavalheiro", como muito bem refere o JV. E na fila de trás, c/ um ângulo de visão a 360 graus, estavam as "mãezinhas", que eram a censura para autorizar ou não, a "dança" c/ o "cavalheiro" que cordial e respeitosamente convidava a sua filha.
No lado oposto estava a "rapaziada" que ao longe "catrapiscava" a sua "presa".
Logo que a música iniciava, era ve-los a correr atravessar o salão, compor o casaco e a gravata para impressionar a "mãezinha", até à "escolhida"
Se a "mãezinha" aprovava...tubo bem, era um alívio.Caso contrário, voltava-mos ao local de partida, atravessando novamente a sala em sentido contrário, corados de vergonha, depois de apanhar uma grande "tampa".
COISAS DO ANTIGAMENTE...
Até breve

Mário Reis Capinha.....22-02-2009

Ó Mário Capinha."corados de vergonha, depois de apanhar uma grande "tampa"" pela minha parte está certo. mas grande parte da ia era dar "beber à dor"...Um abraço

João Ramos Franco..........23-02-2009

Amigo João Ramos Franco
Os meus cumprimentos.
Aproveito esta "boleia" para lhe fazer uma pergunta.
Quando "menino e moço" residiu na Estrada da Foz no nº 9 ou ll ?
Se sim, pois julgo estar certo, e se tiver curiosidade em saber quem é este "desconhecido" contacte para mbr.capinha@hotmail.com
Talvez fique surpreendido com esse contacto passados tantos anos.De qualquer modo um abraço~.

Mário Reis Capinha.........24-02-2009

Tenho espreitado o vosso blog muita vez mas agora não posso de deixar de escrever uma palavrinha... ADOREI estas fotos!!!! Tão lindas as meninas !!!! No carro a primeira a contar da esquerda é a Maria Augusta Novo (filha do sr.Novo e irmã do Mané) e a última da direita é a Maria Helena casada com o Juca(ai que me falha o apelido .. Ventura tu deves saber )

Ana Nascimento..........16-03-2009

Quero aqui lembrar de que o carro de Carnaval com o motivo de quadriga romana,teve como grande dinamizador o "Mestre Rainho" que foi o autor da engenharia para a estrutura dos cavalos.
Seria interessante saber quem vai no carro além do Valentim Subtil. Penso que um era eu.

José Coutinho Martins........ 15-04-2009

Sem comentários: