domingo, 23 de agosto de 2009

O Diploma

Esta Cópia aqui reproduzida embora não seja da Escola Comercial e Industrial, é porém de um colega nosso.
O Álvaro Gandaio, que acompanha este Blog no Montijo, enviou o seu diploma da Escola primária e o que me impressionou foi na verdade a “força” que o regime dava à Mocidade Portuguesa, fazendo constar em tudo o que era papel a sua bandeira.
Sempre que se escreve no Blog sobre a Mocidade Portuguesa, causa algum “frissom” pois a instituição
defendia os valores de um Estado onde a hipocrisia era dominante, mas por outro lado significou para muitos a oportunidade de praticar desporto.

Fica para a história um documento interessante.

José Ventura

Comentário:

Os «frissons» são sempre úteis quando têm o condão de despertar o ânimo a quem se deixou adormecer comodamente pela letargia provocada por um verão quente e sem enredos verdadeiramente dignos de registo. Nem sequer os alcançados pelas cores nacionais nos campeonatos mundiais de atletismo que estão a decorrer em Berlim. Mesmo assim, seria curioso comparar as marcas que lá vamos obtendo com aquelas que a bandeira das quinas, dos castelos e das flores-de-lis nos proporcionaram entre 1936 e 1974.

Artur R.Gonçalves..............23-08-2009

Sem comentários: