terça-feira, 29 de junho de 2010

Ceramistas dos anos cinquenta

O Blog mesmo em época de futebol e férias continua a mexer.
Da Carla Rainho recebi o seguinte mail:

Sou a filha do Fernando Rainho, neta do Mestre Rainho. Envio uma foto que penso ser na escola e com alguns alunos.
Agradeço que comentem caso reconheçam alguém
Cumprimentos,
Carla Rainho

Remeti a foto para o António Feijão, ceramista dos anos cinquenta, que nos diz:

Amigo Ventura:
Como diz o ditado ..."Recordar é viver".
Dos identificados apenas perdi o rasto ao Henrique, todos os outros já nos deixaram.
Os outros três não consigo identificar para já,...mas vou pedir ajuda a uma pessoa que tem uma memória prodigiosa e voltarei a contactar.
Um abraço.
A.Feijão

Comentários:

Fiquei bastante surpreendida ao deparar com esta foto, não por ela em si, mas pela pessoa que a enviou, a Carla.
Devo dizer-lhe que conheci perfeitamente o seu pai e avós paternos.
Fui aluna da sua avó, Sra. D. Joaquina, privei de muito perto com esta família, em garota, pois as aulas decorriam no próprio lar, tratava-se de Ensino Particular.
Foi uma professora extraordinária e, ao longo de vários anos, mantive o contacto com ela.
O seu avô era um homem adorável também!
Quanto ao seu pai, recordo-me que, há muitos anos, se ausentou para um País africano, creio que o ex-Congo Belga (seria?) e o seu percurso foi um pouco enigmático. Desconhecia até que teve uma filha e gostei muito desta evocação merecida que fez agora ao seu avô.
Felicidades para si!

Fátima Valente.......30-06-2010

Venho só dar uma pequena prestação e talvez ajudar o amigo A. Feijão sobre o rasto do Sr. Henrique Ribeiro,o qual é muito mais velho do que eu, mas tive algum contacto com ele a última vez há cinco anos estivemos num casamento na mesma mesa onde trocamos vivencias e matamos saúdades da nossa terrinha, pois o Sr. Henrique vive já há uns quarenta anos nos Estados Unidos, mais precisamente em Hartford Cunneticut,onde quanto sei tem sido um grande embaixador da lingua de Camões através de uma estação de radio Universitário onde fazia um programa semanal a divulgar estórias e musica Portuguesa. Também sei que visita as Caldas de vez em quando.
Espero que este meu relato tenha pelo menos dado alguma luz ao amigo Feijão.
Um abraço para todos.

Antonio Abilio............30-06-2010

Cara Fátima,

Efectivamente o meu Pai foi para o Congo e lá ficou (onde morreu). Eu e o meu irmão nascemos lá e viemos para Portugal, onde fomos criados pelos nossos avós (aí nas Caldas). Toda a minha adolescência foi aí vivida e apraz-me muito ter a possibilidade de recordar o meu Avô e a minha infância.

Cumprimentos,

Carla Rainho.........30-06-2010


Amigo Ventura :
E de repente estamos de volta ao passado 59 anos.
Primeiro ano do curso de formação ceramista:
Joao Manuel de Pinho Marques, Henrique Nogueira Ribeiro, Armando Jose da Silva Correia, Ângelo Gomes Luis e Fernando Corregedor dos Santos.
À direita camisa branca e suspensórios, Jose Paulo Ramos dos Santos o ultimo aluno do curso de modelador cerâmico.

Amigo Feijão, Do Corregedor nada sei, mas eu com 74 vividos e sem problemas contínuo a fazer peso ao chão.

Antonio Abilio, Já cinco anos? O tempo voa, o programa de rádio contínua irei completar 40 anos ao microfone no dia 30 de Janeiro de 2011.
Como estão os teus pais? não os vejo há alguns anos, diz alguma coisa, o nosso amigo Zé Ventura tem o meu email.
Ausente da pátria há 42 Anos, é bom decerto ser recordado por vós. Vou a Portugal todos os anos e regressarei uma vez mais em Outubro.
Um grande abraço para todos.

PS. A jarra foi um projecto do curso de formação ceramista, a minha parte nele é o escudo das Caldas nos dois lados.

Henrique N. Ribeiro


Olá amigo Henrique
Fico muito feliz de o encontrar neste blog pois para mim tem sido um meio de reviver e encontrar amigos da já longinqua juventude.

É sempre bom reviver e ver caras do nosso passado, assim como ler peripécias dos tempos de escola.

Pois é amigo Henrique, eu penso que são 5 anos mas na realidade até poderá ser menos, de qualquer forma são muitos, eu vou entrar em contacto com o nosso amigo Zé Ventura e dai entrarei em contacto directo com o meu amigo com todo gosto.

Espero que continue a participar neste blog, pois deve de ter com certeza bastante de bom para ajudar e manter o mesmo com histórias e comentários de mais valia, como defensor das nossas origens que eu sei que é, penso que o irá fazer.
Da minha parte Henrique foi um prazer saber de si!
Um abraço forte

Antonio Abilio........02-07-2010

Sem comentários: