domingo, 24 de janeiro de 2010

A Festa da espiga

Estas fotos reportam ao Dia da Espiga de 1967 e têm a particularidade de ambas pertencerem aos álbuns do Ramiro Ruas e da Fátima Valente
São muitos os colegas que consigo identificar, mas o que na verdade ressalta destas imagens é que as comemorações do Dia da Espiga eram uma festa de grande popularidade, não só entre alunos mas também professores, conforme se pode constatar nas fotos.
Comentários:

Participei uma vez, que me lembre, no Dia da Espiga. A romaria fez-se, esse ano, para os lados de Santa Catarina. O percurso traçou-se por caminhos de cabra e terminava num qualquer pinhal das redondezas. Os nomes exactos dos locais varreram-se-me por completo. A palavra Couto ainda me soa na memória. Cada um levava o seu farnel que em nada se assemelhava aos magníficos piqueniques que a Enid Blyton nos descrevia nas «Aventuras dos Cinco» e nos fazia crescer água na boca. Guardo a imagem de uma taça com morangos cobertos com chantilly. Alguma das se’toras/meninas terá querido dar um ar mais requintado à merenda. Os papossecos com chouriço ou queijo flamengo deveriam predominar. A presença do corpo docente também não permitiria grandes liberdades nas bebidas. Uns pirolitos ou laranjadas já não seria mau a alternar com a água da ribeira. Entretanto, ainda se apanharia uma espiga de trigo, um ramo de oliveira, malmequeres brancos e amarelos, a indispensável papoula vermelha e um cacho ainda verde de uva. Era uma razia por esses campos a fora. A «espiga», depois, lá ficava atrás de uma porta à espera do ano seguinte, quando tudo se voltava a repetir, inexoravelmente, a cumprir a tradição...

Artur R. Gonçalves...........26-01-2010


Na 1ª foto ainda estava de olhos abertos! Na segunda já não me aguentava de pé!
não sei o que se passou, talvez fosse o vento!!!

José Louro Costa.......27-02-2010

Sem comentários: